Farmácia Popular pode ser fechada por causa de ajuste fiscal na Bahia, diz revista PDF Imprimir E-mail
Escrito por www.jequieeregiao.com.br   
Qua, 27 de Maio de 2015 22:12

O governo da Bahia deve fechar 28 unidades do programa Farmácia Popular no estado, afirmou uma matéria da revista Época. O motivo seria o corte de gastos necessário por causa do ajuste fiscal definido pelo governo federal. Cada unidade custa aos cofres públicos R$ 25 mil, metade pago pelo governo estadual e a outra metade pelo Ministério da Saúde. Segundo a publicação, a medida deve ser anunciada nos próximos dias. Em resposta, no entanto, o governo negou a intenção de fechar as unidades. Por meio de nota, a Secretaria de Comunicação informou que “o governador Rui Costa não tomou a decisão de fechar as unidades do programa de farmácia popular da Bahiafarma”. “O fechamento foi recomendado pelo conselho da instituição, mas a deliberação ainda não foi encaminhada oficialmente ao governo do Estado. Independentemente da indicação do conselho, a decisão pelo fechamento das unidades compete ao governador. A definição será tomada após profunda análise por técnicos do governo”, completa a nota.


Farmácia Popular em Jequié. Foto arquivo.

 
“Vamos ver se o prestígio maior é do vice-governador ou da primeira dama”, ironiza Leur sobre implantação da CIPE PDF Imprimir E-mail
Escrito por www.jequieeregiao.com.br   
Qua, 27 de Maio de 2015 22:11

O deputado estadual Leur Lomanto Jr. (PMDB), em discurso nesta quarta-feira, 27/05/15, na Assembleia Legislativa, voltou a defender a necessidade de Jequié ser contemplada com a instalação da Companhia Independente de Polícia Especializada (CIPE). O parlamentar enumerou as razões e cobrou do governador Rui Costa (PT) para que seja cumprida a promessa de levar ações para Jequié, declaração feita pelo próprio petista durante a leitura da mensagem no inicio do ano, no Poder Legislativo. Já numa referência à informação de que o deputado federal Cacá Leão (PP) e o vice-governador estariam empenhados para levar a CIPE para o município de Jaguaquara, o deputado Leur provocou: “Vamos ver se o prestígio maior é do vice-governador ou da primeira dama do estado que é jequieense”. Segundo Leur Jr. chegou a hora de o governo do estado corresponder com os interesses da população de Jequié, com agradecimento concreto a votação que obteve no município nas últimas três eleições estaduais. O deputado também ressaltou a situação alarmante da violência, na cidade. “Desde 2007 que venho defendendo a instalação da Companhia Especializada para Jequié, uma cidade com mais de 180 mil habitantes, onde vem crescendo a criminalidade e me surpreendi recentemente ao saber que a cidade pode perder esse projeto para Jaguaquara. Nada contra a cidade de Jaguaquara, mas essa é uma promessa existente há muito tempo para Jequié”, frisou. Leur Jr. disse que não vai cruzar os braços, diante dessa questão que é tão importante para o município e espera contar com o apoio e a união dos jequieenses para que o governo concretize a solicitação.

 
. PDF Imprimir E-mail
Escrito por www.jequieeregiao.com.br   
Qua, 27 de Maio de 2015 22:01

 
Servidores penitenciários aderem a greve em Jequié, diz sindicalista PDF Imprimir E-mail
Escrito por www.jequieeregiao.com.br   
Qua, 27 de Maio de 2015 22:00

Os agentes penitenciários do estado entraram em greve por tempo indeterminado nesta quarta-feira, 27/05/2015. O coordenador regional do Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado da Bahia (Sinspeb), José Ramalho, informou em entrevista a Jequié FM 89,7 que a categoria aderiu ao movimento paredista em Jequié. segundo ele, a categoria negocia desde janeiro deste ano, mas prazos foram descumpridos e as reivindicações foram atendidas apenas parcialmente. A pauta de reivindicações da categoria tem 32 itens, entre os quais se destacam a efetivação de concurso público, celeridade na criação da lei orgânica, aposentadoria especial, porte de armas, adicional de insalubridade, reajuste salarial e reformas nas estruturas prisionais.

 
A partir de 2016, inscrição no Fies dependerá exclusivamente do Enem PDF Imprimir E-mail
Escrito por www.jequieeregiao.com.br   
Qua, 27 de Maio de 2015 21:48

A partir do primeiro semestre de 2016, a seleção dos estudantes aptos para a contratação do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) será efetuada exclusivamente com base nos resultados obtidos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Segundo o texto que altera norma de 2010, estão mantidas as exigências estabelecidas pelo MEC no fim do ano passado para inscrição no Fies, ou seja, os candidatos ao financiamento devem registrar "média aritmética das notas obtidas nas provas do Enem igual ou superior a quatrocentos e cinquenta pontos" e  não pode zerar a redação.

 
Prefeito de Jaguaquara vai ao governador para tratar situação do Hospital Municipal PDF Imprimir E-mail
Escrito por www.jequieeregiao.com.br   
Qua, 27 de Maio de 2015 17:18

O prefeito de Jaguaquara, Giuliano Martinelli, esteve com o governador Rui Costa,em audiência, da qual também participou o secretário estadual da saúde, Fábio Vilas-Boas, na terça-feira, 26/05/15, informou o Blog Marcos Frahm. No encontro foram abordados vários assuntos, entre eles o projeto de reestruturação do Hospital Municipal de Jaguaquara, dentro da proposta do governo estadual de regionalização do atendimento. Na ocasião, o prefeito enfatizou a necessidade de intervenção em caráter de urgência na estrutura do Hospital, unidade pública de saúde que já pertenceu à rede estadual e que vem sendo gerida pelo Município. ”Essa reestruturação nos beneficiará muito. Poderemos melhor atender a nossa população”, citou o gestor, que disse ter saído do encontro confiante de que as demandas apresentadas ao governador serão atendidas.


 
Campanha do Agasalho chega ao Jequiezinho, dia 31 PDF Imprimir E-mail
Escrito por www.jequieeregiao.com.br   
Qua, 27 de Maio de 2015 17:11

A quarta etapa da Campanha do Agasalho 2015 acontece neste domingo, 24/05/15, no bairro Jequiezinho, com a equipe de voluntários saindo de casa em casa, em várias ruas e avenidas angariando doações de cobertores, lençóis, etc. Todo o material é levado a sede do Corpo de Bombeiros, local de distribuição a família carentes da cidade. A carreata da solidariedade, que já passou pelos bairros Joaquim Romão, Mandacaru, Itaigara, Campo do América, São José, São Judas Tadeu, Mutirão e Parque das Algarobas, conta com a participação de voluntários do Corpo de Bombeiros, jornal A Folha, rádio Jequié FM, Rotary Clube Jequié Cidade Sol, Naianne Som, Nildo do micro-ônibus dentre outros voluntários. Participe!


 
. PDF Imprimir E-mail
Escrito por www.jequieeregiao.com.br   
Qua, 27 de Maio de 2015 09:31

 
URGENTE: DOAÇÃO DE SANGUE PDF Imprimir E-mail
Escrito por www.jequieeregiao.com.br   
Qua, 27 de Maio de 2015 09:26

Estudante do curso de enfermagem da Uesb – campus de Jequié, que vai submeter-se a uma cirurgia nesta quinta-feira, 28/05/15, precisa de bolsa de sangue de qualquer tipo sanguíneo. Os interessados devem dirigir-se ao HEMOBA, anexo ao Hospital Geral Prado Valadares e fazer a doação em nome Miriane Bispo de Andrade.

 
União é uma das armas do Jequié para jogo contra o Grapiúna PDF Imprimir E-mail
Escrito por www.jequieeregiao.com.br   
Qua, 27 de Maio de 2015 09:10

Na próxima rodada do Campeonato Baiano de Futebol da 2ª divisão terá Jequié x Grapiúna. A partida será realizada no domingo, às 10 horas, no Estádio Luiz Viana Filho, com transmissão ao vivo da Jequié FM 89,7 a partir das nove horas da manhã. A união do elenco é uma das principais armas do time do Jequié que, além da vitória, precisa de combinações de resultados nos demais jogos neste fim de semana se quiser manter viva a esperança de voltar a divisão de elite do futebol baiano. O treinador Sérgio Odilon fará ao menos três mudanças forçadas no time em razão de suspensão por cartões.


 
Leur Jr. fala de fechamento de hotéis e aumento do desemprego na Bahia PDF Imprimir E-mail
Escrito por www.jequieeregiao.com.br   
Qua, 27 de Maio de 2015 09:02

O deputado estadual Leur Lomanto Jr. (PMDB) lamentou no plenário da Assembleia Legislativa, as dificuldades enfrentadas pelo setor do turismo no estado e as graves consequências com o fechamento de hotéis e aumento dos desempregos. A falta de investimentos na infraestrutura por parte do governo do estado nos equipamentos, entre eles, o Centro de Convenções e a crise na segurança pública foram algumas das causas citadas para os prejuízos na área de hotelaria. O parlamentar se referiu ao encerramento das atividades de alguns hotéis, na orla de Salvador. “Até hoje o governo não sabe o que vai ser feito no Centro de Convenções. Já falaram em demolir, depois em fazer um processo de reforma e concessão, mas até agora não há um planejamento, enfim o que se passa é uma grande interrogação. Esse equipamento se tivesse em boas condições supriria uma demanda da mais alta importância para o desenvolvimento do turismo. Hoje não há lugares para se promover eventos de negócios. A situação dos aeroportos é difícil e a violência cresce, afugentando os turistas. Com isso a Bahia vem pagando caro, perdendo em um setor bastante atrativo, um dos poucos que ainda renderiam economicamente ao estado”, afirmou. Leur apelou para que petista reavaliasse projeto que proibia venda de pacotes pelos hotéis. Antes mesmo de o deputado Rosemberg (PT) retirar de pauta o projeto de lei que previa a venda de pacotes por resorts, hotéis e pousadas na Bahia, o deputado Leur se posicionou contra e chegou a pedir que petista reavaliasse a proposição.  Leur Jr disse que era preciso haver um bom senso em relação ao assunto. “Alguns hotéis podem ter cometido, infelizmente, preços abusivos com os pacotes, restringido os clientes, mas não podemos proibir que eles vendam os pacotes, forma de manutenção dos serviços, durante a baixa estação e de preservação dos empregos”, argumentou. O peemedebista lembrou que os proprietários também precisam de incentivos e mecanismos de mercado para sustentarem os negócios. “Lembremos que a área de hotelaria é uma das que mais empregam na Bahia, mas com a atual situação esse quadro vem diminuindo. É preciso encontrar uma solução para que não se impacte ainda mais negativamente neste setor”, enfatizou. Nada menos que 3.573 pessoas que tinham pouco mais de um ano de carteira assinada perderam o emprego de janeiro até o último dia 20 de maio deste ano, conforme informou o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Hotéis, bares e Similares de Salvador.

 
Deputado federal trava luta pela implantação de Companhia Independente de Polícia Especializada em Jaguaquara PDF Imprimir E-mail
Escrito por www.jequieeregiao.com.br   
Ter, 26 de Maio de 2015 12:46

Se depender do esforço do deputado federal Cacá Leão (PP) a base da Companhia Independente de Polícia Especializada (CIPE) será instalada na cidade de Jaguaquara e não em Jequié conforme vem defendendo o deputado estadual Leur Lomanto Júnior (PMDB). Em entrevista ao Blog Marcos Frahm, Cacá afirmou que o projeto é direcionado a Jaguaquara e que Jequié não ganhará essa queda de braço. ”Essa foi uma luta minha como deputado estadual ainda no governo de Jaques Wagner quando fiz indicação para que essa obra viesse para Jaguaquara”. Cacá Leão, que obteve quase 10 mil votos nas últimas eleições, em Jaguaquara, deverá usar sua grande influência junto ao governador Rui Costa para garantir a unidade especializada em Jaguaquara. Para tanto, ele conta com o apoio do vice-governador João Leão, que sempre obteve expressivas votações em Jaguaquara.

Em recente pronunciamento na câmara municipal de Jequié, o vereador Soldado Gilvan admitiu que Jequié corre o risco de perder a CIPE e afirmou que apenas o deputado Leur Jr. tem levantado a voz em defesa de sua instalação em Jequié. Para ele, as demais representações deveriam fazer o mesmo.


Foto arquivo da CIPE Litoral Norte.

última atualização em Ter, 26 de Maio de 2015 12:48
 
Concentração de ações em um único secretário causa mal-estar em Jequié PDF Imprimir E-mail
Escrito por www.jequieeregiao.com.br   
Ter, 26 de Maio de 2015 06:17

Depois da oficialização de Jacobson Brito na secretaria de relações institucionais muita coisa mudou na prefeitura de Jequié. Esse é o comentário geral. Mas nem tudo é considerado positivo internamente. Comenta-se nos corredores da política que os demais secretários perderam totalmente a autonomia que tinham perante a prefeita Tânia Brito e que isto vem causando certo mal-estar. Inclusive, dia desses, o vereador prefeiturável Deyvison Batista denunciou essa falta de autonomia de secretários petistas, ao defender o titular da educação. Não se referia ao chefe das relações institucionais, porém, fez questão de deixar claro, em seu discurso, o desapontamento com a administração municipal. Comenta-se ainda que ainsatisfaçãocomeça a se generalizar.

E ao que parece, diante dessa falta de autonomia de secretários municipais, já tem vereador cortando caminho e indo conversar diretamente com Jacobson. É o caso do combativo vereador Chico de Alfredo, conhecido por ser um intransigente defensor das causas do bairro Curral Novo e áreas vizinhas. Pelo visto, ele decidiu pular etapas e recorrer diretamente a fonte principal de decisões. Veja abaixo o que o vereador publicou em rede social.

última atualização em Ter, 26 de Maio de 2015 06:31
 
ADEFIJ promove ação de conscientização no trânsito de Jequié dia 28 PDF Imprimir E-mail
Escrito por www.jequieeregiao.com.br   
Seg, 25 de Maio de 2015 16:26

A Associação dos Deficientes Físicos de Jequié, Região e Amigos (ADEFIJ) e o Blog Observatório Social promoverão a partir das 8h, na próxima quinta-feira, 28/05/15, na Praça da Bandeira, a 1ª Blitz Educativa e Multa Cidadã / Multa Moral no trânsito de Jequié. Serão alvo da campanha motoristas, motociclistas, ciclistas e pedestres. O objetivo é buscar conscientizar a todos sobre a importância do respeito ao próximo e à sinalização no trânsito e do cumprimento das determinações da legislação que regulamenta o tráfego nas cidades e rodovias brasileiras. A ação conta com o apoio da Prefeitura de Jequié, por meio das secretarias de Relações Institucionais e Comunicação, de Desenvolvimento Social, de Educação e de Saúde, além de outras instituições e empresas de comunicação da cidade.

 
CONSÓRCIO DE SAÚDE: Por que os prefeitos não querem ouvir à sociedade? PDF Imprimir E-mail
Escrito por www.jequieeregiao.com.br   
Seg, 25 de Maio de 2015 12:14

 

Quando o assunto é saúde pública, estamos desesperadamente pedindo socorro. De repente chega o governador da Bahia e apresenta o projeto de criação dos Consórcios de Saúde com a construção de dezenas de Policlínicas. No caso de Jequié, os prefeitos se apressaram em elaborar um documento e entregaram ao Rui Costa, no qual afirma que os caminhos estão pavimentados para a construção de uma dessas unidades. Veja só como são as coisas. Vários vereadores de diferentes municípios da região, sem ouvir os demais colegas foram logo assumindo o compromisso de aprovação da proposta. É que o projeto só vinga se passar pelo crivo da câmara de vereadores. Em geral, as pessoas até entendem a boa vontade dos prefeitos e destes vereadores, mas nenhuma decisão deve ser tomada de cima para baixo. Passou o tempo em que programas e projetos eram criados e enfiados goela abaixo do povo sem audiência pública, sem uma discussão ampla a partir de debates com a sociedade. Na região de Jequié, por exemplo, são quase trinta municípios. Todos os vereadores devem opinar. O mesmo vale para os conselhos municipais de saúde, legítimos representantes do controle social.

O governo anunciou que os investimentos em uma policlínica devem girar em torno de R$ 12 milhões. Cada cidade vive uma realidade. Então, surge a pergunta: Será mesmo que esses investimentos são uma prioridade absoluta?

Na avaliação do presidente do Sindicato dos Médicos da Bahia, José Magalhães, que é um médico ginecologista e obstetra com mais de 27 anos de atuação, “essa história de consórcio não vai resolver o problema”. Ele disse que conhece muito bem a realidade da saúde no interior da Bahia e deu uma cutucada nos prefeitos. Disse o seguinte: “nenhum deles (prefeitos) querem ver saúde de qualidade. Eu não conheço um que tenha feito um investimento para querer uma saúde de qualidade, eles querem tudo dado”. O presidente do Sindicato dos Médicos citou como exemplo o programa “Mais Médicos” do governo federal, que levou muitos prefeitos a dispensarem profissionais que eram contratados das administrações municipais.

Da maneira como o governo coloca, o projeto deve ser implantado e pronto. Mas não é bem assim que a banda toca. Já não basta ter fechado as Dires, incluindo a de Jequié sem ouvir ninguém, nem prefeito, nem vereador, nem o deputado, muito menos o povo. Jequié perdeu sua autonomia, jogando a saúde de nossa região para Ilhéus, como se Jequié não tivesse capacidade de sequer opinar sobre os assuntos que lhe diz respeito. A região inteira vem sendo prejudicada com isso.

Fica aqui o alerta, inclusive para os vereadores, deputados, para a prefeita, conselho municipal de saúde e representantes de outras entidades, para que as decisões sejam tomadas em consonância com as reais necessidades da população e não de acordo com as vontades alheias aos interesses do povo de Jequié e região.

última atualização em Seg, 25 de Maio de 2015 12:16
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>